Rodoviário homenageia padroeiro São Cristóvão nesta quarta-feira

A procissão sai da sede do Sindicato dos Rodoviários, na Rua Castro ves, Brotas. (Foto: Reprodução)

A procissão sai da sede do Sindicato dos Rodoviários, na Rua Castro ves, Brotas. (Foto: Reprodução)
Em comemoração ao Dia do Rodoviário, 25 de Julho, a categoria presta homenagem ao padroeiro São Cristóvão nesta quarta-feira, com alvorada às 6h, café da manhã às 7h30, e procissão às 8h30, que sai da sede do Sindicato dos Rodoviários, Rua Castro Neves 391, em Brotas, continua em carreata da Ladeira dos Galés até o Moinho Salvador e depois a pé até a Igreja da Conceição da Praia onde, às 10h, será celebrada missa solene. Durante a celebração será feita a tradicional bênção de chaves e CNHs, um pedido de proteção que revela a devoção dos trabalhadores em transportes no santo padroeiro.

Para os rodoviários da Bahia o dia é de homenagear o santo, agradecer e pedir proteção, mas também de refletir sobre questões que atingem a categoria – o grande índice de assaltos a ônibus e a violência no trânsito, um risco diário, as mudanças do sistema de transporte público que em muitos pontos representam uma ameaça ao emprego, e os conflitos no local de trabalho.

Presidente em exercício do Sindicato, Fábio Primo aponta outra preocupação dos rodoviários, que é também de todos os trabalhadores brasileiros. “Estamos diante de uma situação inusitada, está apenas começando, que é o retrocesso nos direitos trabalhistas com a reforma aprovada no ano passado. É uma ameaça a benefícios que foram conquistados pela força do movimento sindical e é preciso reforçar os sindicatos para garantir a manutenção desses direitos”.

COMPARTILHAR